Oito motivos para dar banho de chuveiro no bebê

banho chuveiro bebe

Banho de chuveiro é bom demais!

Quando a Giulia completou três meses, dar banho de banheira se tornou uma grande aventura! Enquanto eu tentava ensaboá-la, a criaturinha batia os braços, pernas, tentava virar para um lado, para o outro, jogava água pra tudo quanto é direção e me deixava com uma dor nas costas danada! Terminava o banho mega destruída! Parecia que tinha acabado de voltar da guerra! O que não deixava de ser verdade! haha.

Foi aí que tive a brilhante ideia de começar a dar banho no próprio chuveiro e, desde então, tem dado super certo! Já aposentei a banheira, o ôfuro e me rendi completamente a este novo tipo de banho. É uma delícia e tem mil e uma vantagens.

É claro que como tudo na vida, existem alguns contratempos, mas hoje quero falar dos benefícios, que em minha opinião, superam qualquer dificuldade.

  • Primeiramente, o banho de chuveiro é extremamente prático. Não é necessário montar suporte, desinfetar banheira com álcool 70%, enchê-la com água e depois esvaziar, secar e guardar. Basta ligar o chuveiro e checar a temperatura;
  • Se o seu bebê está acostumado com esse tipo de banho, não é necessário se preocupar em levar banheira portátil quando for viajar. Uma tranqueira a menos;
  • O banho se torna um momento de grande carinho, proximidade e interação entre mãe/pai e filho. Além disso, o fato de estar no colo, em contato direto com a mãe ou o pai, faz com que o bebê se sinta mais seguro e relaxado. Tem coisa melhor?
  •  Por ser água corrente, diferentemente da banheira, o bebê pode fazer xixi ou cocô à vontade durante o banho sem que você fique desesperada tendo que tirar rapidamente o bebê para fazer a troca da água;
  • Também pelo fato de ser água corrente, se torna um banho muito mais higiênico, mesmo sabendo que bebês tão novinhos não acumulam tanta sujeira a ponto de comprometer a água;
  • Você pode ensinar o bebê a prender a respiração deixando a água cair no seu rostinho, o que pode ser muito útil quando ele começar a frequentar piscinas e mar;
  • Pode ser mais um momento de intimidade e amor entre nós, mães, e nossos pimpolhos, principalmente se amamentamos enquanto a água morninha cai sobre o corpinho deles. É uma delícia e o bebê fica calminho, calminho;
  • E, por fim, normalmente, os bebês adoram ficar observando a água cair e ficam super entretidos com o barulho que faz! Isso quando eles não colocam a língua pra fora para sentir o gostinho da água, como é o caso da Giulia. haha.

Apesar de ser ótimo, alguns cuidados devem ser tomados:

  • É importante limpar o corpo do bebê em partes! Ensaboá-lo de uma só vez o deixará muito escorregadio e a chance de derrubá-lo será grande;
  • O ideal é ter outra pessoa em casa para pegar o bebê quando você terminar o banho. Sair sozinha (o) com o bebê, ambos molhados, não é legal (mas confesso que faço muito isso aqui em casa, mas já tô ficando calejada e uso vários truques… Hahaha);
  • Cuidar sempre para que não caia água no ouvido do bebê, pois no chuveiro a chance de isso acontecer é maior;
  • Preparar antecipadamente tudo o que for usar (esponja, sabonete, shampoo, brinquedinho, etc.).

É super bacana e aconselhável conversar com o bebê, explicando tudo o que você está fazendo. Além disso, cantar musiquinhas pode tornar o banho ainda mais divertido!

E vocês mamães (e papais), curtem o banho de chuveiro com os babys?

Contem pra gente!

65 pessoas curtiram.

Balde Terapêutico (Banho de Ofurô)

Quando estava montando o enxoval da minha filhota e pesquisando sobre os tipos de banheira que poderia comprar, fui “apresentada” a um novo tipo de produto: o balde terapêutico! Conhecido, originalmente, como Tummy Tub.

Lembro que vi este balde pela primeira vez em uma loja especializada em artigos infantis. A vendedora me contou todos os benefícios do produto e eu fiquei simplesmente encantada!

Chegando em casa, pesquisei bastante sobre o assunto e descobri que o banho de ofurô, como é normalmente chamado, é altamente recomendado pelos pediatras, fisioterapeutas e neonatologistas.

A proposta deste tipo de banho é de acalmar o bebê a partir da “simulação” da sua vida intra-uterina. O bebê fica encolhidinho na posição vertical e não de barriga para cima como nas banheiras tradicionais. Assim, sente-se mais protegido e resgata o que sentia dentro da barriga da mãe. E, além de acalmar o bebê, ele pode auxiliar no alívio das cólicas, ajudando o intestino a funcionar melhor.

Depois de ler e ouvir todas as indicações positivas do balde terapêutico, resolvi incluí-lo na lista de enxoval, como um item importante a ser comprado.

A princípio, pensei em adiquirir apenas o balde, deixando de lado a banheira tradicional. Mas, pensei melhor e achei que seria mais prudente ter a banheira em casa. E se eu não me adaptasse? E se fosse muito difícil ter que me abaixar nos primeiros dias para dar banho no balde? E se a Giulinha não gostasse deste tipo de banho, contrariando todas as pesquisas e todas as minhas expectativas? Eram muitas dúvidas!

Hoje vejo que tomei a decisão certa! O banho de ôfuro é ótimo!! O bebê fica realmente mais tranquilo, não é balela não! A Giulinha, pelo menos, adora! A questão é: Não rola dar banho tradicional, ou seja, esfregar o cabelinho, limpar bem todas as dobrinhas, etc. O balde é só pro bebê relaxar mesmo, como num spa…rs! Então, na minha opinião, o ideal é ter os dois: a banheira tradicional, para deixar o bebê limpinho e cheirosinho e o balde, para deixá-lo tranquilinho. Mas, como falei acima, essa é só a minha opinião. Sei de mães que dão banho completo no balde mesmo, mas eu não acho nada prático!

A banheira que comprei (ou melhor, escolhi, mas ganhei!) foi essa da Burigotto. Ela é bem completinha, tem suporte, trocador, porta shampoo e sabonete, mangueira para escoar a água, assento redutor, etc. Super recomendo! É ótima!

 

banheira burigotto

 

Em relação ao balde, confesso que não estava disposta a pagar cento e tantos reais pelo produto. Reconheço a ótima qualidade do tradicional balde Tummy Tub, mas descobri que existiam opções mais em conta!

O balde que comprei da pequena é esse da Sanremo. Na época encontrei nas Lojas Americanas por apenas 24,90 Reais. Ele é ótimo! Além de ser uma graça e estar disponível em cores  vivas e alegres, tem um acabamento perfeito, sem nenhuma rebarba de plástico sequer!

Balde terapêutico - banho ofurô

 

Vi que a Plasútil também fabrica este tipo de balde. Eles chamam de Banheira Sensitive. Não posso dizer nada a respeito da qualidade, pois dessa marca nunca experimentei, mas o preço também é super atraente, em torno de 30,00 a 40,00 Reais. Ah, e os desenhos são uns mais lindinhos que os outros! Olhem só que fofura:

 

Balde terapêutico plasútil

4 pessoas curtiram.

0