O uso do sling

Eu sou super a favor do uso do sling. Acho o máximo! Lindo, prático, seguro e confortável. Muito melhor do que o canguru, na minha humilde opinião (sintam-se à vontade para discordar).

Infelizmente, eu só fui conhecê-lo meses depois de a Giulia ter nascido. Cheguei a comprar um canguru, mas não me adaptei de maneira alguma. Pesquisei sobre o sling na internet e namorei diversos modelos por algum tempo!

O problema é que não tinha a mínima ideia de qual comprar. Pra quem não sabe, existem vários tipos de sling: Mei Tai, de argolas, Wrap Sling e Pouch Sling.

A escolha é muito pessoal! Difícil dizer qual é o melhor! É claro que não experimentei todos, apenas o modelo que comprei – o Pouch Sling. Mas, sem dúvida, analisando as características de todos e pensando na minha própria personalidade, o Pouch foi a melhor opção. Gosto de coisa prática…esse negócio de passar pano pra cá, passar pano pra lá, dar nó, etc., não é comigo!

O Pouch Sling é ridiculamente fácil de usar! Ele nada mais é do que um pedaço de pano inteiro, sem rupturas! Basta colocá-lo a tiracolo e formar uma “bolsinha” para colocar o bebê dentro. Mais simples do que isso impossível!

Eu comprei o nosso quando a Giulia tinha cinco meses, em uma das edições da feira de Bebê e Gestante. Ele é da marca Bicho Preguiça, que é ótima, super recomendada!

Eu usei bastante em idas ao shopping, passeios rápidos na rua, supermercados, etc. Hoje em dia não uso mais, pois como a Giulia já anda e é cheia de energia, não quer ficar no colo de maneira alguma. O negócio dela é sair correndo pra lá e pra cá, independente de onde estivermos. De qualquer forma, o sling normalmente é utilizado até aproximadamente dois anos de idade.

Queria muito ter usado mais. E quando tiver o segundinho quero acostumá-lo desde RN no sling! A intenção é usar bastante.

Portanto, mais que recomendado!!!! O sling só traz benefícios para o bebê: o deixa mais calmo, por estar bem pertinho da mãe, sentindo seu calor, cheiro e batimentos cardíacos; facilita e tranquiliza o soninho dele; facilita a amamentação, pela posição em que ele fica; facilita a interação com o mundo externo, afinal ele fica mais alto e pode enxergar mais facilmente tudo o que está a sua volta, etc.

E para as mamães e os papais, nada como ter as mãos livres!!!!!!!!! Hehehe!

Agora deixo vocês com uma foto tirada no dia em que comprei o nosso sling (ele é dupla face – um lado preto e outro pink). Eu tô absurdamente feia e esquisita na foto e a Giulia absurdamente gorda (com cinco meses), mas é a única que temos! Rs. Quem sabe eu não tiro uma foto nova qualquer dia, até pra poder comprar?! Aí venho aqui mostrar pra vocês!

Ah, nessa foto a Giulia está de ladinho, com as pernas para dentro da bolsinha do sling, mas no dia a dia não usávamos assim não… Eu sempre deixava as perninhas dela pra fora! Aliás, existem várias posições que podem ser adotadas! É super bacana!

sling

P.S.: Papais usando sling é lindo de viver!

Beijos

7 pessoas curtiram.

Psicóloga. Apaixonada por cinema, viagens, gastronomia e decoração. Mamãe da Giulia.

Comentários

  1. Janaina Amarante Diz::

    olá! li o seu post sobre o sling…vc ainda tem o seu? gostaria de vendê-lo? achei lindo! aguardo seu retorno..bjo. Jana

  2. Elaine Diz::

    Oie… Só não concordo que você disse estar feia, tava nada, tá linda demais na foto vocês duas!!! Parabéns, amo seu blog, suas dicas! Obrigada por nos ajudar!!! Eu vou comprar um Sling também, obrigada pela dica e por esclarecer sobre os modelos! Bjus

    • Priscilla Diz::

      Hahaha! Eu tô me achando horrível nessa foto Elaine! Mas obrigada pelos elogios!
      Quanto ao sling, compra sim! É ótimo! Pelo menos o Pouch eu gostei bastante, os outros já não sei…
      Beijão

  3. Monica Diz::

    Aii Pri, a minha experiencia nao foi mto boa com o sling.. Comprei o de argolas, mas quem disse que eu consigo usar?
    Usei uma vez (que consegui vestir o troço!), ele dormiu quase o tempo todo, mas depois não consegui mais coloca-lo lá dentro. Ele chora e eu acabo desistindo. Talvez falte prática pra usar…

    • Priscilla Diz::

      Oi amiga! Como te falei, tem que insistir um pouquinho até pegar prática!
      Mas o bacana desse modelo Pouch é que não precisa fzr praticamente nada…só vestir e colocar a criança, bem fácil!
      Beijos em vc e no fofuxo!

  4. Ana Paula Faoth Diz::

    Aii guriaaa, será? rsrs, pra mim que o sling era só pra bebezinhos bem pequenos hahaha…e por isso msm eu fui direto pro canguru e DE -TES-TEI =/
    Negócio desconfortável, tô mto decepcionada, Léo fica todo torto, é horrível de colocar no meu corpo, não consigo sem ajuda, me sinto uma completa louca com aquilo srsrs…
    Acho que vou comprar um sling então…heyyy e que tamanho de bebê era essa com 5 meses? =O
    Quantos kg ela pesava? rsrs…(fiquei curiosa) bjos…

    • Priscilla Diz::

      Não amiga…o sling dá pra ser usado em bebês maiores sim! Como falei, até mais ou menos 2 anos! 😉
      Aii, tbm odiei o canguru!
      Seria bom vc ir numa loja e experimentar o sling pra ver se gosta! O Pouch eu achei bem prático! Agora os outros modelos não sei dizer!
      A Giulia tava muito gorda né? Nem eu acreditei qndo revi a foto! hahaha!
      Depois q li sua pergunta fiquei curiosíssima tbm e fui lá ver na carteirinha dela o peso q ela tinha com 5 meses: 8.100 kg! hehehe
      Beijão

  5. Náy Diz::

    E como sempre, a Giulia está fofíssima.rsrs.Eu nunca havia me interessado pelo sling e nem pelo canguru pois eles sempre me passaram a impressão de destruírem as nossas costas, mas, agora na reta final da gestação, tenho pensado seriamente em comprar um desses.

    • Priscilla Diz::

      Náy, pra ser bem sincera…na minha opinião, tanto o canguru quanto o sling não podem ser usados por muiiiito tempo, pq realmente chega uma hora que a dor nas costas começa a aparecer!
      Se for pra passeios longos, é melhor o carrinho mesmo! 😉
      Mas de qquer forma, vale a pena…pelo menos eu gostei mto!

  6. Ana Paula Faoth Diz::

    8 kg em 5 meses, =O…acho que Léo ta indo pelo mesmo caminho, quase 3 meses e 6 kg, rsrsrs…

Deixe seu comentário

*