O Nascimento da Minha Princesinha – Parte I

porta maternidade giulia

Como comentei no relato da minha gravidez, marquei o parto da pequena para o dia 11/04/2012, numa quarta-feira.

É super esquisito marcar dia e hora para o filho nascer, mas uma das vantagens de tudo isso é poder se preparar antecipadamente.

Lembro que na terça-feira fiz tudo o que tinha direito: pé, mão, depilação, escova, sobrancelha, etc. Hoje vejo que foi a melhor coisa que fiz, pois desde o dia em que ela nasceu mal sobra tempo pra secar o cabelo…rs.

Bom, a terça-feira demorou uma eternidade para passar! Já estava tudo pronto: malas separadas, base do bebê-conforto instalada, mamãe devidamente aprumada (que palavra é essa? Rs) e casa limpinha e cheirosinha pra receber o nosso amor!

Meu coração batia acelerado e eu só conseguia pensar: Meu Deus, não vai chegar nunca esse dia (vulgo amanhã)!

Dormir bem era coisa rara nas últimas semanas, além da azia maldita, era impossível achar uma posição confortável. Juntando tudo isso com o fato de estar mega ansiosa pra conhecer minha filha, tinha plena certeza de que passaria a noite em claro, mas até que consegui dormir rápido, mas em compensação acordei super cedo, em torno de 6 horas da matina.

O parto estava marcado para às 15 horas. Horrível né? Queria porque queria no período da manhã, mas meu médico só podia à tarde, fazer o quê?!

Ele tinha recomendado começar o jejum a partir das 9h da manhã e chegar ao hospital, para a internação, ao meio dia.

Como eu ficaria um bom tempo sem comer nada e, provavelmente, morreria de fome e desidratação (quase nada dramática. Haha), pensei: vou devorar tudo o que estiver na minha frente até as nove! Haha!

Então, eu e o maridão fomos até uma padaria aqui perto de casa e eu pedi um misto quente e um suco de laranja. Mas me perguntem se eu conseguir comer? Não adianta, quando tô anisosa e nervosa parece que fica um bolo entalado na minha garganta e a comida não desce de jeito nenhum. Na primeira mordida do misto eu já estava me sentindo estufada e no segundo gole de suco eu já queria vomitar! Lembro que eu respirava fundo pra não colocar tudo pra fora! Tava super difícil, mas eu precisava comer! Saí de lá mega enjoada! Como eu não conseguiria entrar no carro por conta do meu enjôo, meu marido sugeriu que déssemos uma volta na quadra pra ver se eu melhorava! Graças à Deus melhorei um pouco e voltamos pra casa.

Só abrindo um parênteses, como vocês já sabem, eu passei muito mal a minha gravidez inteira, mas esse enjôo que senti no dia em que a Giulia nasceu foi puramente psicológico! Eu tava hiper nervosa! No dia eu achava que não, mas hoje pensando tenho certeza: era muito nervosismo, ansiedade, medo, felicidade…tudo junto e misturado! Fecha parênteses…hehe.

Bom, cheguei em casa e tomei um banho gostoso e demorado, terminei de arrumar uns detalhes que faltavam, esperei o maridão ficar pronto e, enfim, saímos rumo ao hospital.

Mas antes tínhamos que dar uma passadinha na casa da minha mãe pra buscar ela e minha tia, que veio do Rio só pra conhecer a pequena e nos ajudar nos primeiros dias com ela em casa.

No caminho, as pessoas mais especiais da minha vida me ligaram: meu pai, meu irmão, minha cunhada, minha sogra (ligou chorando, tadinha! Rs) e eu me controlava pra não me debulhar em lágrimas. Lembro que meu marido olhou pra mim em um momento e disse: Você tá nervosa né? Dá pra perceber só pelo jeito que você tá falando com as pessoas… E eu só pensava: Como assim? Que jeito? Rs.

Depois de falar com todo o povo por telefone me dei conta de que estávamos super atrasados. Comecei a ficar estressada, confesso! Tava um trânsito infernal, um calor escaldante e nada de chegar na casa da minha mãe.

Mas enfim chegamos e eu só dava patada em todo mundo…haha! Respirei fundo e pensei: nada de stress, hoje é um dia feliz! Botei um sorriso na cara e fui “simbora”. Haha.

Precisei subir pra trocar de blusa, eu tinha colocado uma de manga comprida e tava suando e passando mal de tanto calor. Peguei uma emprestada da mamys e saímos correndo em direção ao Santa Cruz, sorte que é pertinho da casa dela.

Nossa, como eu sonhei em pisar naquele hospital carregando as nossas malinhas, prestes a dar à luz à minha filha. Tava difícil de acreditar que esse momento finalmente tinha chegado!

Bom, assim que chegamos demos entrada na internação e fizemos uma pequena exigência: queríamos uma suíte com sacada e com bom sinal wireless. E não é que deu certo? A suíte perfeitinha, do jeito que queríamos estava vaga, só nos esperando! (Lá no Santa Cruz eles têm suítes com e sem sacada e se o seu plano cobre apartamento você não paga nada a mais pela sacadona…sério, a sacada é enorme! E ajudou um monte quando precisei tomar banho de sol com a Giulinha e tbm quando tivemos muitas visitas no quarto!)

Mas voltando…a recepcionista nos informou que já podíamos subir e que em poucos minutos  uma enfermeira  iria me buscar para me levar ao centro cirúrgico! Nossa, que frio na barriga!

Subimos e eu comecei a arrumar as lembrançinhas, mas logo repassei essa função pra minha mãe e minha tia! Separei a primeira roupinha que a pequena usaria (coitada, achei que estaria frio e só separei roupas quentinhas…haha) e decidi tomar outro banho, tava super quente naquele dia! Lembro que assim que entrei no banheiro, uma enfermeira entrou no quarto com aquela camisolinha de hospital pedindo pra eu vestí-la, pois já era hora de me levar ao centro cirurgico. Pensei: Tão rápido assim? Não tô preparada! Rs. Resumindo, não consegui tomar banho…coloquei a camisola, tirei meu brinco e minha aliança, dei um beijo na minha mãe e na minha tia e segui com o maridão rumo ao CCO. Não sabia se ria, se chorava, se conversava, se ficava quieta…

6 pessoas curtiram.

Psicóloga. Apaixonada por cinema, viagens, gastronomia e decoração. Mamãe da Giulia.

Comentários

  1. Marcia Lima Diz::

    Pris !
    Parece que foi ontem!!! rsrsrs
    Cheguei a chorar agora me lembrando do grande dia .rsrsrs
    Daqui a pouco vai ser o 1° aninho da Giulia ! Vou estar aí se Deus quiser.
    Saudades…………..Grande bjo !

    • Priscilla Diz::

      Tia, que lindo ouvir isso de vc!!!
      Realmente parece que foi ontem! Passa muito rápido, semana q vem ela já faz cinco meses! Tá enorme, vc precisa vê-la!
      Obrigada por tudo! Por estar presente nesse momento tão especial pra mim!
      E te esperamos no primeiro aninho dela!
      Saudades! Amo vc! Bjos

  2. Carol Diz::

    Oi Priscila, gostaria muito de te parabenizar pelo site!!!
    Está muito bom e está me ajudando muito, pois também sou mãe de primeira viagem.
    Obrigada por compartilhar esse momento tão especial com todas nós. Abraços, Carolina.

    • Priscilla Diz::

      Carol, que delícia ler seu comentário!
      Fico extremamente feliz de saber que vc está gostando! É super gostoso poder ajudar!
      Mas quem tem que agradecer aqui sou eu pelo seu carinho!!!
      E fica de olho aí que amanhã tem mais! hehe
      Beijo grande!

  3. Cristhiane Mendes Diz::

    Olá parabéns pelo site, nos ajuda bastante!!
    Queria te perguntar sobre o enfeite da porta de maternidade, muito lindo.
    Caso saiba onde faz, por favor poderia me informar?
    Obrigada grande abraço.

    • Priscilla Diz::

      Oi Cris! Obrigada pelo carinho!
      O porta maternidade foi minha mãe quem fez! Ela é super prendada! 😉
      Mas infelizmente não faz pra vender! Foi só pra netinha mesmo! =/
      beijão

Deixe seu comentário

*