Noites Mal Dormidas e o Ursinho do Sono

urso do sono

Ursinho do Sono – Prince Lionheart.

 

O primeiro mês com a Giulia em casa foi bem complicado! A pequena quase não dormia e eu e o maridão parecíamos dois zumbis! Sério! Foram várias madrugadas em claro (Graças à Deus essa fase passou!) e quem me conhece consegue imaginar o quanto eu sofri, afinal sempre fui muito dorminhoca!

Bom, o cansaço era tanto que comecei a pesquisar sobre o assunto: como fazer o bebê dormir a noite inteira? Procurei no google, pedi opinião para as minhas amigas mamães e comecei a ler alguns livros.

E nessa minha busca desenfreada por um método eficiente, ouvi muita gente falar super bem do Ursinho do Sono (Back to Sleep Bear) da Prince Lionheart e achei a ideia super bacana! O ursinho possui um áudio que imita o som do útero da mãe e vem com uma mantinha, onde a mãe pode colocar o seu cheirinho, deixando o bebê tranquilo, seguro e confortável. Fofo né?

O problema é que o preço não me agradou nem um pouco (em torno de 160 reais). Fiquei pensando na possibilidade de não funcionar com a pequena e eu ter gasto todo esse dinheiro em vão! E foi aí que veio a ideia de procurar o som do útero materno no Youtube! Bem mais econômico, não acham? Procurei como “som do útero materno” ou “womb sounds”  e encontrei vários vídeos! Só faltava fazer o teste!

Naquela madrugada mesmo coloquei o som para a Giulia ouvir. Ela tava acordadona, aos prantos e nada a acalmava. Acessei o vídeo pelo celular, coloquei ela no berço e deixei o aparelho bem pertinho dela e NADA aconteceu, ela continuou aos prantos! Hahaha! Que frustração! Tentei outras vezes e o resultado foi o mesmo! Pelo menos eu me sentia aliviada de não ter gasto os cento e tantos reais. Haha!

Não quero dizer com tudo isso que o produto não funciona e que não vale a pena comprá-lo. Longe de mim! Só acho que não tem como saber se com você vai ou não funcionar! Ouvi muitas mamães falarem que seu filho se acalmou na hora, mas comigo isso não aconteceu. A Giulia nem deu bola pro barulhinho. Então acho que vale a pena fazer um pequeno teste com um videozinho qualquer antes de efetuar a compra! Se der certo, ótimo! Se não der, parte pra outra…

E pra aquelas mamães que, independente de qualquer coisa, não querem ou não podem gastar dinheiro com isso, além de baixar o som na internet, dá pra providenciar qualquer mantinha ou fraldinha com seu cherinho e colocá-la junto ao bebê enquanto ele escuta o barulhinho do útero! 😉

Bom, mas o que aprendi com tudo isso é que, como mãe de primeira viagem, estava sofrendo à toa! Poxa, a Giulinha ainda estava em fase de adaptação…se adequando à nossa vida, à nossa rotina…aprendendo a viver de uma forma totalmente diferente daquela que estava acostumada a viver na minha barriga! E tudo isso precisava ser no tempo DELA! Sem pressão da minha parte, sem impor milhares de regras, sem colocar em prática mil planos mirabolantes!

E, além disso, é super normal, principalmente no começo, o bebê acordar de madrugada diversas vezes para mamar, com o tempo as mamadas da madruga vão ficando cada vez mais espaçadas, até sumirem por completo (A Giulinha ainda acorda, mas dorme logo em seguida. Na verdade, ela nem abre o olho pra mamar. Só resmunga quando tá com fome…hehe).

O que aconteceu comigo é que, além de estar hiper cansada, ouvia diversas mães falando: Nossa, mas meu filho dorme a noite inteira, desde o dia em que nasceu! P**, era só comigo então que isso acontecia? Hahaha! Não, gente…na verdade acontece com a maioria! São poucos os bebês que dormem bem desde o início e, além disso, tem muita mãe que gosta de valorizar a situação e quando você investiga mais a fundo, descobre que nem tudo são flores como parece! Haha

O importante é que agora a pequena dorme super bem e eu não uso nenhuma técnica específica!

Bom, mas vai de cada um descobrir o que é melhor para o seu filho…se é dormir com musiquinha, com o ursinho do sono, com cheirinho, com chupeta, mamando, chupando o dedo…e por aí vai! Dicas bacanas (e furadas também) é o que não faltam! O negócio é filtrar, testar aquilo que acha interessante, mas com tranquilidade, pensando que cada bebê tem seu próprio ritmo de assimilação, adaptação e desenvolvimento. Não vale a pena se desesperar e querer arrancar os cabelos! Pense: É só uma fase!

3 pessoas curtiram.

Psicóloga. Apaixonada por cinema, viagens, gastronomia e decoração. Mamãe da Giulia.

Comentários

  1. Aracy Diz::

    Ah Priscilla, esse era o meu mantra durante os dois primeiros meses do Nícolas: “É só uma fase. Vai passar, vai passar!”
    Eu falei tanto isso…
    Hoje não raro quando Nícolas dorme, eu vou ver vídeos dele… diga lá, mãe é meio maluca!

Deixe seu comentário

*