Giulia e seus quase catorze meses…

gigica

Gentem, minha filhota está quase completando catorze meses! Isso mesmo, catorze!!!! Dá pra acreditar nisso? Lembro que quando começamos com o blog ela tinha apenas quatro meses de vida! Aff, tá passando muito rápido! Parece que foi ontem que ela nasceu! E como assim já faz quase dois meses que ela fez um ano? Óh Céus, daqui a pouco tá uma aborrecente rebelde!

Ela tá a coisa mais linda desse mundo! Eita mãe coruja! Hahaha! Mas ô fase boa essa que estamos vivendo! Temos nos divertido muito com ela! Cada dia que passa é uma coisinha nova que ela aprende! Tá toda engraçadona e esperta! Faz graça e ri de si mesma! Tem aprendido um monte de palavrinhas e fala algumas com perfeição… é de se derreter todinha!

Tá rueira que só! Adora passear, interagir, brincar com outras crianças, andar pra tudo quanto é lado e mexer em tudo o que estiver ao seu alcance! Ama apertar botões…coisa mais chata do mundo! Hahaha. Ela descobriu um botão Liga/Desliga atrás da TV, que nem eu e nem meu marido sabíamos que existia. Então já viram, não consigo assistir mais nada! Apertar interruptor para ligar ou desligar a luz, então, é o hobby preferido dela! Ela já acorda pedindo pra apertar!

Não adianta dizer que não pode! A criaturinha tem fixação por botões!

Não adianta dizer que não pode! A criaturinha tem fixação por botões!

Outra coisa que ela adora fazer é rolar no tapete e dar risada! Doidinha, doidinha! Também gosta de subir no sofá, entrar nas gavetas, empurrar os móveis da casa…hahaha! Acho que ela não curte muito a disposição atual dos móveis! Tem uma poltrona que ela vive empurrando pra lá e pra cá! Ai meu piso laminado! Fico doida! Mas sério, é impressionante como a criaturinha é forte!!! Fico de boca aberta!

Isso aí é fichinha perto do que a Giulia consegue fazer! hahaha

Isso aí é fichinha perto do que a Giulia consegue fazer! hahaha

Ah, outra coisa que ela curte e eu acho super engraçado é carregar bolsas e sacolas. É hilário! Haha! O seu brinquedo favorito, sem dúvida, é a bola. Acho que vai ser jogadora de futebol! Isso aí filha, aqui em casa não tem essa de sexismo não, faça o que você tiver vontade! O importante é ser feliz (e mais naaaaada).

Aprendeu a assoprar quando a comida tá quente, a mandar beijo com a mãozinha (own, demorou, mas ela aprendeu! Rs), a abrir qualquer frasco de shampoo, condicionador, sabonete líquido e etc. Um perigo!!!

Já sabe o que é (e inclusive aponta para) o cabelo, o nariz, o pé e o umbigo. As outras coisas ainda confunde! Já sabe também identificar a mamãe e o papai nas fotos. Acho lindooooo!

Continua mamando no peito e ainda não temos previsão de parar. Continua fazendo birra na hora de trocar a fralda. Continua odiando escovar os dentes!

Semana passada tivemos consulta com o pediatra. Ela está com 10,600 Kg e 79 cm. Deu uma desacelerada no ganho de peso e altura, mas segundo o médico é normal isso acontecer nessa fase. O desenvolvimento dela está ótimo! Nada com o que se preocupar!

Ah, acreditam que ela está comendo melhor? Logo depois daquele post desabafo, a aceitação pela comida melhorou significativamente. Além das dicas que algumas leitoras queridas me passaram, o fato de eu ter relaxado contribuiu muito pra isso. Acho que eu estava muito tensa e preocupada com essa situação. Precisava colocar pra fora. Talvez a pequena tenha notado essa mudança em mim e relaxado também. Além disso, o pediatra dela falou que comer mal é comer porcaria, é não ter horário certo para as refeições, etc. A quantidade, segundo ele, não é tão importante. O que importa, de fato, é a criança se alimentar de forma saudável! Além disso, ele disse que é absolutamente normal a criança alternar períodos em que come pouco com períodos em que come um pouco mais. Acho muito bacana que o médico da Giulia é muito preocupado com essas questões. Ele alerta muito sobre a importância da prevenção à obesidade infantil. Foi ótimo conversar com ele, me tranquilizou bastante!

Esses dias também li uma frase em um artigo que me chamou atenção, dizia que devemos estimular a criança a comer e não obrigá-la. Ela tem que ser incentivada a pegar gosto pelos alimentos. Então tô incentivando, mas respeitando o ritmo dela. Não quer comer direito aquela refeição? Sem problemas! Numa outra ela come melhor e por aí vai.

Mas ela tá um amorzinho, não empurra mais a colher, raramente cospe a comida da boca, não faz mais escândalo… O negócio tá evoluindo! Hehe.

Não falei que essa fase tá fofa demais? Rs.

Mas falando agora do lado B, apesar de ser uma fase gostosa, pelas fofurices de cada dia, é uma fase bem complicadinha também. A atenção tem que ser redobrada, pois o risco de acidentes agora é muito maior. É cada tombo aqui em casa! Além disso, tem sido cada vez mais difícil sair com ela. A danadinha já não fica mais tranquila no carrinho, no cadeirão ou no colo. Só fica feliz se a deixarmos andar livre, leve e solta (sem dar as mãos)! Vê se pode? Quando insistimos que ela tem que dar a mão, ficar no carrinho ou no colo, frequentemente ela dá um daqueles pitis que qualquer pessoa que não é pai ou mãe abomina completamente e diz que com um filho seu isso nunca acontecerá, mas cospe na testa depois! Então já viram, tenho pensado muito antes de sair de casa com ela! Tem sido mega cansativo!

Estive pensando, de todas as fases que já passei com a baixinha, sem dúvida a mais fácil foi entre os três e seis meses. Convenhamos, o bebê anda não come, não engatinha, não anda! Que trabalho que ele dá? Hahaha! Brincadeirinha! Dá um trabalhão, mas depois do primeiro ano esse trabalho é multiplicado por mil.

Mas não quero falar das coisas chatas, quero falar de coisa bouaaaa! Hahaha!

Então vou contar pra vocês como está o vaaaasto vocabulário da minha pequerrucha. Aii, é tão fofo ver meu pinguinho de gente tentando pronunciar o nome das coisas! Bom, aí vai:

MAMÃÍ e PAPAÍ (É lindo de viver ouvi-la nos chamar! E é assim, bem bonitinho…Não é mamã ou papá! É Mamãííí e Papaíí com ênfase no “i”. rs)

A BÓ ou A BOINHA = A Bola

CÁCA (Qualquer coisa que ela sabe que não pode mexer é cáca)

QUETI = Quente (Até assopra! OMG! Linda)

APETA/APERTA/PETA/PERTA (cada hora ela fala de um jeito) = Aperta (Fala isso toda vez que quer apertar um botão)

LUZ (Acho que é a palavra que ela mais fala durante o dia! Hahaha! Figurassa! Antes ela falava “Nu” ou “Nuiz”, agora já consegue pronunciar direitinho. Esses dias estava soltando um “perta luz” para eu deixá-la apertar o interruptor)

TAU = Tchau

MAMÁ = Peito

PAPÁ = Comida

ALÔ

ABÔ = Acabou

ÁBU = Abrir/Abre

ABÚÚ = Abriu

NENÉIIIIM = Neném (qualquer criança que ela vê, independente da idade, ela chama de neném. Haha)

VOVÓ

VOVÔ

AU-AU

NANÃO = Não (Fala nanão com o dedo indicador levantado ainda por cima! Vê se pode? Atrevida! Haha. Mas viram como eles nos copiam em tudo?)

PÃPÃO = Pão

DÃDÓI = Dodói/Machucado

É de esmagar uma pessoinha que fala assim, não acham? Hahaha! E eu esmago meeeesmo! Além dessas palavras que coloquei, tem outras que ela fala com uma frequência menor: sapato (hoje mesmo saiu um papati), água (ágo), passarinho – pintinho – Piu-Piu (púú), etc.

A Giulia é muito tagarela! Jesus, não para de falar! Normalmente não dá pra entender nada, mas o repertório dela tem aumentado a cada dia. E eu me divirto horrores.

Mas acho que é isso meu povo, já escrevi uma bíblia! Hahaha! Deixo vocês com umas fotinhos recentes dela!

Beijos.

Com a prima mais velha no parque!

Com a prima mais velha no parque!

 

Com a mamãe no nosso segundo dia das mães.

Com a mamãe no nosso segundo dia das mães.

 

Fofa demais!

Fofa demais!

 

Fingindo que gosta de escovar os dentes!

Fingindo que gosta de escovar os dentes!

 

Se fazendo de difícil e não querendo olhar pra foto!

Se fazendo de difícil e não querendo olhar pra foto!

 

Brincando!

Brincando!

 

 

6 pessoas curtiram.

Psicóloga. Apaixonada por cinema, viagens, gastronomia e decoração. Mamãe da Giulia.

Comentários

  1. Monica Lopes Diz::

    Ai Pri, ela tá uma fofa!
    E faladeira, hein?! Um monte de palavras novas! Que linda!
    Tambem tô achando a fase dos 3 aos 6 meses mais fácil. Vamos ver as próximas. 🙂
    Ver e participar das conquistas e evoluções deles é muito bom! A gente fica ansiosa pra que eles aprendam ou comecem a fazer alguma coisa e acaba passando pra eles essa ansiedade. Mas ansiedade é nosso sobrenome né?
    Essa fase de não querer ficar com a mão dada é bem demorada e preocupante! Minha irmã disse que compraria aquelas mochilas tipo coleiras. Eu acho meio radical, mas ela me disse que na primeira vez que ele soltar da minha mão e sair correndo, meu coração vai saltar pela boca e vou querer comprar!

    • Priscilla Diz::

      Aii amiga, nem fale…é uma delícia! Mas como vc falou, sempre queremos pular etapas por conta da nossa ansiedade e acabamos perdendo as coisas mais sutis no desenvolvimento deles!
      Temos que curtir cada fase, por mais difícil que elas sejam! hahaha!
      Pelas fotos, o Arthur tá um fofo tbm! Tô morrendo de saudade dele!
      Quanto à mochila tipo coleira, acho que vou comprar sabia? Já vinha pensando nisso há algum tempo e acho uma boa opção pra essa fase em que eles querem sair correndo, não obedecem, não entendem direito o q estão fazendo…Melhor do que o coração saltar pela boca, como disse tua irmã! haha!
      Beijos amiga linda!

  2. Náy Diz::

    Nossa, como a Giulia está linda!E tirando os fios louros, é a cara da mamãe!
    A minha garotinha ainda nem nasceu(parece que os 9 meses não chegam nunca!) e já não vejo a hora de ela estar nessa fase, interagindo, correndo, brincando, falando as primeiras palavaras.

    • Priscilla Diz::

      Obrigada Náy! Sou suspeita, mas também acho ela bem parecida comigo! Hehe!
      Essa fase é realmente deliciosa…Tô amando! E passa rápido, daqui a pouco vc tbm estará passando por isso! =D
      Falta quanto tempo mesmo pra princesinha nascer?
      Beijão!

Deixe seu comentário

*