Danoninho? Não, obrigada!

Danoninho

Conheço muitas mamães que oferecem Danoninho (e demais Petit Suisse) aos seus filhos desde os primeiros meses de vida. A maioria acredita estar fazendo o bem para seus pequenos. Portanto, não julgo!  Eu mesma comi muito Danoninho. Meus irmãos comeram. Meus primos comeram. Meus sobrinhos comeram (e continuam comendo, rs). Quem nunca? Tanto a minha mãe quanto outras milhares de mães por esse mundo afora acreditaram ou acreditam que esse queijinho (Sim! Ele não é Iogurte! É um tipo de queijo) é totalmente inofensivo! Afinal, não tem um monte de cálcio, ferro, vitaminas, proteínas, etc, etc e etc?

A questão é: Vocês já pararam pra pensar no tanto de conservante, corante, açúcar e demais porcarias que eles enfiam nesses potinhos?

Entrei no site da Danone pra dar uma olhadinha nos ingredientes e resolvi compartilhar com vocês! Analisem bem:

Leite desnatado, xarope de açúcar, preparado de morango (água, frutose, polpa de morango, cálcio, fósforo, açúcar, amido modificado, zinco, ferro, vitaminas D e E, estabilizantes goma xantana, goma carragena e carboximetilcelulose, acidulantes ácido tartárico e ácido cítrico, aromatizante, conservador sorbato de potássio e corante natural carmin), creme de leite, cálcio, cloreto de cálcio, fermento lácteo, quimosina e estabilizantes goma guar, carboximetilcelulose, goma garragena e goma xantana. 

Olhando todos esses nomes esquisitos vocês realmente se sentem seguros em oferecer esse tipo de alimento para seus filhos? Eu não!

Só por curiosidade, esse corante natural carmin que é utilizado no Danoninho, é obtido através do esmagamento do corpo seco de um inseto, proveniente do México, chamado Dactylopius coccus ou Cochonilha. Nojento, não acham?

Cochonilha

Imagem tirada daqui.

Quem não se importa com o inseto, deveria pelo menos se importar com a quantidade exagerada de açúcar, que é super prejudicial à saúde das crianças (quem quiser se informar um pouco mais, dá uma lida nesse post).

De acordo com a Proteste, que analisou diferentes marcas de Petit Suisse:

“… os petit suisse apresentam açúcar em excesso, o que é prejudicial à saúde das crianças, que acabam se acostumando ao paladar doce desde cedo. Se uma criança de 7 a 10 anos consumir um potinho, estará ingerindo 27% do limite diário máximo de açúcar de absorção rápida. Se tiver de 4 a 6 anos, 32%. Valor muito acima do ideal recomendado – no máximo, 10%. Na década de 1980, havia uma propaganda que falava que um queijo petit suisse “vale por um bifinho”. É importante saber que este alimento tem um valor nutricional muito inferior que o da carne, esta sim rica em proteínas, vitaminas e minerais, livre de conservantes, corantes e açúcares adicionados e com melhor índice de absorção pelo organismo. Embora sejam fontes comprovadas de minerais e proteínas, os testes provaram que os petit suisse não contêm a quantidade de minerais declarada no rótulo. Os maiores problemas foram detectados nos teores de ferro e cálcio: as quantidades informadas no rótulo eram inferiores às realmente existentes no produto.”

Fora que o Danoninho não é indicado para crianças menores de três anos (alguns dizem quatro). Isso mesmo que vocês leram! Menores de três anos não devem consumi-lo! Não é balela não gente! O próprio fabricante informa. Pelo o que andei pesquisando, antes a Danone tinha no site uma área em que respondiam as principais perguntas (FAQ) e uma das perguntas era: A partir de qual idade posso dar Danoninho ao meu filho? A resposta: O Danoninho é um produto recomendado para ser consumido por crianças a partir do 3º ano de vida. Antes dessa idade, recomenda-se consumi-lo somente com autorização do pediatra. 

Não consegui mais achar essa área no site (acho que foi reformulado), de qualquer forma, a Danone deixa claro: Danoninho é uma marca de nutrição infantil. Os produtos da linha são enriquecidos com Cálcio, Ferro, Zinco, Fosforo e Vitaminas para complementar a alimentação das crianças de idade pré- escolares.

Se o próprio fabricante diz, porque alguns pediatras liberam o consumo para crianças de apenas seis meses de vida? É de se indignar, não acham? Bebês não devem consumi-lo!!!!!!!!

Mamães, esse alimento é uma porcaria! Não serve pra nada!

Além de tudo isso, muita gente tem o costume de oferecê-lo como sobremesa, logo após as refeições, o que é um grande erro! O Danoninho é um produto lácteo, portanto atrapalha a absorção do ferro quando ingerido logo após o almoço ou jantar! Quem quer um filho com anemia aqui? Eu não! Se você não abre mão desse produto e mesmo depois de tudo o que eu falei acha que deve continuar oferecendo ao seu filho, pelo menos o coloque nas opções de lanche (da manhã ou da tarde) e não como sobremesa, oferecendo com cautela, é claro.

Em minha opinião, são muitos contras e poucos prós (existe algum?), por isso Danoninho aqui em casa não entra de maneira alguma! Existem tantas opções infinitamente mais saudáveis e saborosas! Exemplo: Iogurte Natural Integral batido com morangos. Fiz ontem mesmo pra minha sobrinha e ela se lambuzou!

Fica a dica!

252 pessoas curtiram.

Mini Sling ou Porta Boneca

Brincando de boneca as crianças imitam os cuidados que os adultos tem com os bebês, certo?! Elas dão comidinha, dão “mamá”, passeiam com a boneca no carrinho, colocam pra dormir e porque não levar a boneca num mini sling?! Pois é, pelo que percebi essa é uma brincadeira que vem ganhando força, principalmente no exterior (achei menos coisas em sites nacionais). Eu sempre achei lindo bebês no sling, algumas pessoas se adaptam, outras não, mas o fato é que o bebê fica tão aninhadinho no aconchego do peito, lindo de ver! Sem contar que proporciona algo importantíssimo para as mães e pais, mãos livres (uhu!) com o bebê pertinho! Santo sling! Agora, quando eu vi crianças carregando suas bonecas no sling eu quis morrer! Coisa mais fofa desse universo né minha gente?! Fiquei com vontade de espremer essas crianças. É muito amor, olhem só:

doll sling 1 doll sling 2 doll sling 3 doll sling 5 doll slong 4Se interessou e quer um para seu filho brincar? Eu vi que tem no Bicho Preguiça e na Tutitati. Os da Tutitati vem com uma boneca de pano combinando com o sling, quase comprei pra mim! Haha, muito fofo!

Não tá afim de gastar com isso e prefere fazer em casa? Você pode aprender a fazer, é só clicar aqui e  bora incrementar a brincadeira da criançada com slings lindinhos!

5 pessoas curtiram.

Look da Eva, filha da Angélica!

Gente, PARA TUDO! Ontem, uma leitora queridíssima – a Rafaela – me enviou um link com as fotos do Look da Eva em um passeio no shopping com a mamãe Angélica. Ela disse que logo que viu lembrou de mim, pois a roupinha é igualzinha a que a Giulia usou no aniversário de um ano!!! Tá, não é bem igual, pois ela está usando um casaquinho da coleção (que eu não comprei), mas a saia é a MESMA! Da loja Monnalisa! Quem ainda não leu o meu post sobre a roupinha é só clicar aqui.

A Eva ficou uma gracinha! Eu até tinha pensado em colocar um sapatinho de oncinha na Giulia, mas achei que seria muita informação e olha me surpreendi quando vi a Eva usando, achei que combinou perfeitamente, ficou uma graça! Outra coisa que não coloquei foi a meia calça, adoooro as pernocas da Giulia de fora! Mas achei que ficou bacana também!

Só não entendo que história é essa da Angélica querer imitar os looks da minha filha! hahahahaha!

Nem vou comentar o fato dela usar a roupinha em um passeiozinho qualquer no shopping e eu ter gasto até os tubos pra poder deixá-la bonitinha no niver de um ano! Hahaha. Mero detalhe!

Bom, mas pra quem tá curioso aí vão duas fotinhos da Eva e, por último, uma da Giulia. E quem quiser ver todas as fotos do passeio da pequena Hulk, é só clicar aqui.

Look Eva 1

Look Eva 2

roupa giulia

5 pessoas curtiram.

5 Dicas de arte para crianças pequenas

arte criancaEsses dias eu vi essa imagem no face e me lembrei de como muitas crianças ficam hipnotizadas por horas e horas nesses eletrônicos e por mais que seja muito legal e estimulante não é só isso! Estou trabalhando dando aulas de artes pra crianças e  elas gostam de outras coisas também! É só mostrar, oferecer, brincar com ela!

Então hoje resolvi dar algumas dicas e falar um pouquinho da importância da arte para crianças a partir de 1 ano e meio (sim, com apenas 1 ano e meio seu filho já pode fazer muita arte! Em todos os sentidos haha). Na verdade a maior função da arte na criança pequena é fazer com que ela tenha contato com diferentes tipos de materiais e texturas, afinal ela está conhecendo o mundo e quanto mais experiências ela tiver melhor! Outro aspecto importante é que nesse processo ela está desenvolvendo sua autonomia e criatividade, ampliando sua percepção do mundo e lidando com os mais diversos tipos de sentimentos! Então mamãe, se você não for paranóica por limpeza (e se vc for, pense nisso com muito carinho) deixe seu filho brincar com tinta, faça com ele massinha caseira,  deixa ele se sujar! (com coisas “saudáveis”, claro! haha).

As dicas que eu dou para quem vai fazer isso em casa são:

  • Tenha uma “roupa de guerra”! Sim, ele vai limpar a mão na roupa e por mais que a tinta/material seja lavável pode ser que não saia 100%.  Então tenha uma roupa só pra isso ou use um camisetão (uma camiseta velha sua).
  • Tenha um espaço só pra isso. Delimite um espaço na casa só pra isso, assim a criança vai assimilando que ela não pode fazer isso em outros ambientes pois ela tem um lugar só pra fazer arte. Pode ser a cozinha que é de azulejo e fácil de limpar (mas forre o chão gelado please! Nós usamos um cobertor e uma lona por cima, mas vc pode usar qualquer plástico, desses de toalha de mesa mesmo) ou o banheiro, dentro do box (as crianças amam pintar paredes e o banheiro é bem mais fácil de lavar né?!)
  • SEMPRE supervisione de perto as atividades artísticas do seu filho! Ele pode se machucar ou querer colocar algo na boca e dependendo do material que você está oferecendo ao seu filho não dá pra experimentar dessa maneira! hehe.
  • Ofereça os mais variados materiais para ele recortar, colar, pintar, grudar, amassar, etc. Por exemplo, você pode oferecer tinta guache para ele pintar, adicionar água na tinta para ele ver como a tinta fica mais mole e como é pintar com aquela tinta diferente, você pode dar milho de pipoca, feijão e arroz,  pra ele colar num papel e ver qual é a textura, a cor, o formado de cada um e como se faz para colar na folha.
  • Deixe ele participar ativamente do processo! Não subestime a capacidade de uma criança! hehe. Se você for fazer massinha caseira por exemplo, permita que ele toque (enfie a mão mesmo) na farinha, no sal, no óleo, na tinta colorida, etc. Além disso deixe que ele te ajude a colocar punhados dos ingredientes no recipiente e te ajude a misturar aquela meleca toda! Essa experiência é super importante para os pequenos, por mais que pareça boba para nós!

Não se assuste se a criança sentir aversão a tocar em algum material (óleo, pena, tinta, etc), lembre-se que aquilo é algo novo pra ela e essa aproximação pode ser aos poucos! Não desista, tente oferecer outro dia pra ela. Tem criança que adora logo de cara, mas tem criança que vai mais devagar! Tudo depende da personalidade da criança e aos poucos ela (e você) vai descobrindo o que é prazeroso pra ela ou não. Mas para que ela (e você) saiba disso ela precisa experimentar, não é?! Não se baseie nos seus gostos pra determinar o que a criança vai ou não fazer, conheço gente que não gosta de tocar em pena, mas pode ser que seu filho goste!

Caso você não queira que seu filho faça isso em casa você pode levar ele nas aulinhas de artes da Tia Came ! Lá você vai participar com ele desse processo em um espaço criado só para isso! Mais informações no site do Espaço Criança em Foco.

 

4 pessoas curtiram.

Sinéquia dos Pequenos Lábios

Naked_Baby

Já ouviram falar sobre sinéquia dos pequenos lábios? Não? Então sentem aí que eu vou explicar! Hahahaha! Ok, não sou nenhuma expert no assunto, mas descobri o que esse nomezinho esquisito significa há pouco tempo e achei super importante vir aqui compartilhar com vocês, principalmente com as mamães de meninas.

Bom, sinéquia significa aderência/fusão. Então sinéquia de pequenos lábios nada mais é do que uma aderência dos pequenos lábios da vagina (ou pepeca, como minha sobrinha costuma dizer, rs).

Algumas semanas atrás, descobrimos que a baixinha tinha esse problema. Numa consulta de rotina o pediatra examinou a pepequinha dela e foi categórico: uma parte dos pequenos lábios está “fechadinha”. Como assim Doutor? Sempre fazemos a higiene bem bonitinha, conforme orientação recebida, e nunca percebemos nada! Pois é, muitas vezes é difícil perceber!

Como a Giulinha nunca apresentou nenhuma irritação ou infecção na região e eu também não sabia exatamente qual deveria ser o tamanho do “buraquinho” (rs), não imaginei que ela pudesse ter este tipo de problema.

Segundo o pediatra, isto ocorre devido à baixa produção de estrogênio nos bebês e crianças pequenas. E pelo o que ele falou, e também pelo o que eu li a respeito, este problema é muito frequente! Tanto é que acabei descobrindo que não só eu como minhas sobrinhas também “sofreram desse mal” (haha) quando bebês.

Só não entendo uma coisa: se é tão frequente, porque os pediatras e ginecologistas não divulgam tanto o assunto? O fato de muitas mães desconhecerem o problema é o que me motivou a escrever este post. O conhecimento precisa ser compartilhado! Então, cá estou!

Bom, o tratamento é simples. O médico receitou uma pomada chamada Premarin. A orientação era passar duas vezes ao dia (manhã e noite) durante dez dias. Depois desse período, era para passar apenas uma vez ao dia até descolar totalmente! Já estamos no décimo terceiro dia e já está quase 100%. Só falta uma parte mínima descolar! Mas já deu uma diferença enorme!

De qualquer forma, mesmo depois de separar totalmente, é necessário ficar observando e abrindo delicadamente os pequenos lábios para que não ocorra uma nova aderência. Se ocorrer, tem que voltar a usar a pomada!

Bom, espero ter ajudado de alguma forma! Acho super importante as mamães de meninas ficarem atentas a isso! É claro que cada caso é um caso e é sempre imprescindível consultar o médico caso tenha alguma dúvida ou note algo de diferente na região genital do bebê. Apenas quis repassar esta informação importantíssima e contar um pouquinho da nossa experiência.

Beijão.

*Imagem tirada daqui

28 pessoas curtiram.