Parede para as crianças desenharem!

Que tal providenciar uma parede para as crianças desenharem a vontade?

Pra quem não sabe, o desenho é extremamente importante para o desenvolvimento infantil. Além de ser uma forma da criança se expressar, transformando suas experiências e emoções em cores, traços e formas, é fundamental para a estimulação de vários aspectos cognitivos, como: atenção, percepção, linguagem, raciocínio, etc.

Portanto, o desenho deve ser MUITO incentivado. Seja na escola ou em casa!

Infelizmente, muitos pais desencorajam seus filhos a desenharem e acreditam que o desenho nada mais é do que um simples passatempo. Já trabalhei bastante com crianças e já escutei várias histórias de pais reclamarem que os filhos desenhavam demais na escolinha e que deveriam fazer algo mais produtivo! No próprio consultório, certa vez uma mãe me questionou: Compensa eu pagar a consulta para o meu filho vir aqui desenhar com você? Apesar de não parecer (esse é um dos problemas da escrita), ela me perguntou de forma super carinhosa, apenas por não entender – de fato – a importância do desenho (nesse caso, para fins de intervenção psicológica).

Vejo que muitos pais ainda não se deram conta de que o “simples” desencorajamento (através de palavras e atitudes que, muitas vezes, passam despercebidas) contribui para o bloqueio de vários outros processos importantes na infância, como a fantasia e a criatividade.

Ok, mas o intuito do post nem é esse! Haha! Queria apenas dar algumas dicas bacanas de como transformar uma parede qualquer em um belo “quadro” para as crianças desenharem.

Aqui em casa quero muito estimular a baixinha a soltar a criatividade dela! Já tenho dado, de vez em quando, papel e giz de cera para ela ir se familiarizando com o negócio. Hehe! Até que sai uns rabiscos, mas a coordenação motora necessária pra este tipo de atividade ainda não está muito bem desenvolvida, fora que – vira e mexe – ela quer comer o giz de cera. Mas tudo bem, faz parte! rs.

Mais pra frente, quando ela estiver maiorzinha, quero colocar em prática alguma dessas ideias que vou mostrar hoje pra vocês! Quero que ela tenha um espaço grande – e só dela – para rabiscar, colorir, desenhar, escrever.

Contei a ideia pro meu marido e ele disse: “ah, mas podemos comprar um quadro, não precisa ser necessariamente uma parede!”. Mas a graça é desenhar na parede, ora bolas! Hahaha. E vai dizer que não é o sonho de toda criança?

É claro que ela poderá desenhar também em papéis, cadernos, caixas de papelão, etc. Mas acho que ter um espaço na parede vai ser bem bacana, vocês também não acham?

Não preciso nem dizer que regras e limites devem existir né? Óbvio que a criança não pode sair pintando tudo por aí! É preciso deixar bem claro onde ela pode e onde ela não pode desenhar.

Bom, mas vamos ao que interessa.

Parede Quadro Negro:

1

Demais né? Pra transformar a parede em um quadro negro é bem simples, basta usar uma tinta específica. O processo de pintura é igualzinho a qualquer outra tinta convencional. Se optar pela Coral, a tinta que você deve procurar se chama Esmalte Sintético Coralit Fosco. Se optar pela Suvinil, procure pela Suvinil Esmalte Fosco.

Para desenhar, usa-se o giz e para apagar, um pano úmido! Acho que apagador também deve servir!

Outras fotos para servir de inspiração (tiradas todas do Google Imagens):

2

3

5

7

4

10

8

Parede Lousa Branca:

11

12

Essa ideia genial achei nesse site aqui. Para conseguir esse efeito, basta colar na parede um adesivo vinílico. Veja só o passo a passo completinho.

Para escrever, usa-se caneta específica para quadro branco e para apagar, um simples paninho!

Mais fotos (também tiradas do Google Imagens):

13

14

Parede Papel Kraft (pardo):

Essa ideia é mais simples, mas não deixa de ser tão bacana quanto as outras!

Basta cobrir uma parede com papel Kraft. As crianças podem desenhar com qualquer tipo de material: canetinhas, lápis de cor, giz de cera, etc. E o papel pode ser trocado sempre que achar necessário.

15

Imagem tirada do blog Roteiro Baby.

16

Imagem tirada do blog Potencial Gestante.

E aí, o que acharam?

10 pessoas curtiram.

Mini Sling ou Porta Boneca

Brincando de boneca as crianças imitam os cuidados que os adultos tem com os bebês, certo?! Elas dão comidinha, dão “mamá”, passeiam com a boneca no carrinho, colocam pra dormir e porque não levar a boneca num mini sling?! Pois é, pelo que percebi essa é uma brincadeira que vem ganhando força, principalmente no exterior (achei menos coisas em sites nacionais). Eu sempre achei lindo bebês no sling, algumas pessoas se adaptam, outras não, mas o fato é que o bebê fica tão aninhadinho no aconchego do peito, lindo de ver! Sem contar que proporciona algo importantíssimo para as mães e pais, mãos livres (uhu!) com o bebê pertinho! Santo sling! Agora, quando eu vi crianças carregando suas bonecas no sling eu quis morrer! Coisa mais fofa desse universo né minha gente?! Fiquei com vontade de espremer essas crianças. É muito amor, olhem só:

doll sling 1 doll sling 2 doll sling 3 doll sling 5 doll slong 4Se interessou e quer um para seu filho brincar? Eu vi que tem no Bicho Preguiça e na Tutitati. Os da Tutitati vem com uma boneca de pano combinando com o sling, quase comprei pra mim! Haha, muito fofo!

Não tá afim de gastar com isso e prefere fazer em casa? Você pode aprender a fazer, é só clicar aqui e  bora incrementar a brincadeira da criançada com slings lindinhos!

4 pessoas curtiram.

5 Dicas de arte para crianças pequenas

arte criancaEsses dias eu vi essa imagem no face e me lembrei de como muitas crianças ficam hipnotizadas por horas e horas nesses eletrônicos e por mais que seja muito legal e estimulante não é só isso! Estou trabalhando dando aulas de artes pra crianças e  elas gostam de outras coisas também! É só mostrar, oferecer, brincar com ela!

Então hoje resolvi dar algumas dicas e falar um pouquinho da importância da arte para crianças a partir de 1 ano e meio (sim, com apenas 1 ano e meio seu filho já pode fazer muita arte! Em todos os sentidos haha). Na verdade a maior função da arte na criança pequena é fazer com que ela tenha contato com diferentes tipos de materiais e texturas, afinal ela está conhecendo o mundo e quanto mais experiências ela tiver melhor! Outro aspecto importante é que nesse processo ela está desenvolvendo sua autonomia e criatividade, ampliando sua percepção do mundo e lidando com os mais diversos tipos de sentimentos! Então mamãe, se você não for paranóica por limpeza (e se vc for, pense nisso com muito carinho) deixe seu filho brincar com tinta, faça com ele massinha caseira,  deixa ele se sujar! (com coisas “saudáveis”, claro! haha).

As dicas que eu dou para quem vai fazer isso em casa são:

  • Tenha uma “roupa de guerra”! Sim, ele vai limpar a mão na roupa e por mais que a tinta/material seja lavável pode ser que não saia 100%.  Então tenha uma roupa só pra isso ou use um camisetão (uma camiseta velha sua).
  • Tenha um espaço só pra isso. Delimite um espaço na casa só pra isso, assim a criança vai assimilando que ela não pode fazer isso em outros ambientes pois ela tem um lugar só pra fazer arte. Pode ser a cozinha que é de azulejo e fácil de limpar (mas forre o chão gelado please! Nós usamos um cobertor e uma lona por cima, mas vc pode usar qualquer plástico, desses de toalha de mesa mesmo) ou o banheiro, dentro do box (as crianças amam pintar paredes e o banheiro é bem mais fácil de lavar né?!)
  • SEMPRE supervisione de perto as atividades artísticas do seu filho! Ele pode se machucar ou querer colocar algo na boca e dependendo do material que você está oferecendo ao seu filho não dá pra experimentar dessa maneira! hehe.
  • Ofereça os mais variados materiais para ele recortar, colar, pintar, grudar, amassar, etc. Por exemplo, você pode oferecer tinta guache para ele pintar, adicionar água na tinta para ele ver como a tinta fica mais mole e como é pintar com aquela tinta diferente, você pode dar milho de pipoca, feijão e arroz,  pra ele colar num papel e ver qual é a textura, a cor, o formado de cada um e como se faz para colar na folha.
  • Deixe ele participar ativamente do processo! Não subestime a capacidade de uma criança! hehe. Se você for fazer massinha caseira por exemplo, permita que ele toque (enfie a mão mesmo) na farinha, no sal, no óleo, na tinta colorida, etc. Além disso deixe que ele te ajude a colocar punhados dos ingredientes no recipiente e te ajude a misturar aquela meleca toda! Essa experiência é super importante para os pequenos, por mais que pareça boba para nós!

Não se assuste se a criança sentir aversão a tocar em algum material (óleo, pena, tinta, etc), lembre-se que aquilo é algo novo pra ela e essa aproximação pode ser aos poucos! Não desista, tente oferecer outro dia pra ela. Tem criança que adora logo de cara, mas tem criança que vai mais devagar! Tudo depende da personalidade da criança e aos poucos ela (e você) vai descobrindo o que é prazeroso pra ela ou não. Mas para que ela (e você) saiba disso ela precisa experimentar, não é?! Não se baseie nos seus gostos pra determinar o que a criança vai ou não fazer, conheço gente que não gosta de tocar em pena, mas pode ser que seu filho goste!

Caso você não queira que seu filho faça isso em casa você pode levar ele nas aulinhas de artes da Tia Came ! Lá você vai participar com ele desse processo em um espaço criado só para isso! Mais informações no site do Espaço Criança em Foco.

 

3 pessoas curtiram.

Dica de Filme: Detona Ralph

ralph-vanellopeFinal de semana chegando… Que tal assistir um filme com seu filhote? E que tal assistir Detona Ralph?

Esse é um filme indicado pra família toda! Os mais velhos geralmente adoram pelos personagens de games antigos, nostalgia mode on! Eu particularmente lembrei muito dos jogos da minha infância e adolescência e como era legal, ai que saudade gente! Os mais novos gostam porque também tem alguns personagens de jogos da atualidade e as crianças ficam doidas pelo universo super colorido de Sugar Rush (e eu me incluo nessa também hehe).

Mas vocês acham que o filme é bom só pelos personagens? Nada disso! Além de cenas super engraçadas o filme traz muitas mensagens legais! Como o fato de que qualquer um pode ser um “herói” e que você pode ser muito querido pelas pessoas e  pode ser muito feliz sendo quem você é! O filme também aborda temas sobre cooperação e companheirismo. Outro ponto legal é a questão da determinação e da persistência para alcançar objetivos apesar das dificuldades e apesar de ninguém acreditar em você. Super importante abordar esses temas com os pequenos né?! Melhor ainda se for através do lúdico e que os papais possam curtir junto!

Eu fiquei enlouquecida por esse filme quando assisti, principalmente pela Vanellope (que foi pro fundo de tela do meu computador inclusive! Hehe). Ela é a coisa mais fofa, mais serelepe e mais “zoiuda” desse mundo!  Enfim, esse filme foi pro top 10 da minha lista de filmes infantis! Promete pra mim que vai assistir, promete?! haha

Vou colocar aqui em baixo o trailer e a sinopse do filme pra quem ficou interessado!

“Ralph (John C. Reilly) é o vilão de Conserta Félix Jr., um popular jogo de fliperama que está completando 30 anos. Apesar de cumprir suas tarefas à perfeição, Ralph gostaria de receber uma atenção maior de Felix Jr. (Jack McBrayer) e os demais habitantes do jogo, que nunca o convidam para festas e nem mesmo o tratam bem. Para provar que merece tamanha atenção, ele promete que voltará ao jogo com uma medalha de herói no peito, no intuito de mostrar seu valor. É o início da peregrinação de Ralph por outros jogos, em busca de um meio de obter sua sonhada medalha.”

Um excelente final de semana pessoal, curtam muito cada segundo com seus filhotes!

Uma pessoa curtiu.

Dica de Páscoa: Caça ao Tesouro.

Uma das melhores lembranças que eu tenho das Páscoas que passei na minha infância foram os Caça ao Tesouro que minha mãe preparava. Eu e meus irmãos acordávamos e já encontrávamos alguma pista no nosso quarto, patinhas de coelhos espalhadas pela casa indicando uma parte do caminho, ovinhos coloridos para decorar e no final a tão esperada cesta com os ovos de cada um! Depois meu irmão mais velho cresceu mais e começou a ajudar minha mãe a preparar os caça ao tesouro, ele fazia cada coisa… a gente se matava de rir! Lembro que a gente nem comia tanto o chocolate, o legal mesmo era a busca pelos ovos! Como era bom e como ficou marcado na nossa memória!

Por isso, hoje a minha dica é o Caça ao Tesouro de Páscoa! Se foi tão marcante para mim tenho certeza que será para os pimpolhos de vocês também! Muitas crianças não podem comer chocolate pela idade, por questões de saúde ou porque não conseguem comer muito (que era o meu caso, não sou muito de chocolate gente!), a criançada gosta mesmo é da diversão, muitas vezes elas se interessam mais pelo brinquedo que vem dentro do ovo do que pelo chocolate. E porque não incrementar essa diversão e tornar essa Páscoa inesquecível? Fiquem com algumas dicas mas vale usar a criatividade para montar o seu caça ao tesouro!

Para começar você pode colocar pistas escritas para a criança ler (quando ela já sabe) ou ler junto com ela.

pista 2

Caso a criança não saiba ler ainda você pode fazer o caminho com patinhas ou fazer das patinhas uma parte das pistas.

pegadas Você pode fazer um mini teatro com fantoche para dar pistas ou entreter a criança.fantoche+coelho+páscoa+moldes A decoração faz a criança entrar no clima e mergulhar nesse universo da Páscoa!jb211_43-c-narratives-_-jan-baldwin_article_banner_img c-tch.p-patchwork-button-hanging-egg-decorations-2.99-each_article_banner_img mesa O tesouro pode ser apresentado de diversas formas, em saquinhos personalizados, em cestas, em baús, etc. pacotinhossaquinhosdoces

Você pode caracterizar a criança com orelhas ou pintura no rosto, elas adoram! Além disso, muitas crianças adoram contato com os bichinhos né? Uma idéia é levar um coelho de verdade para a criança ver, tocar, sentir o pelo fofinho. Elas adoram também! Mas certifique-se que é um animal “confiável”, bem cuidado e limpo (nada de correr riscos com os pequenos hehe!).
tesouro

Eu sei que está meio em cima da hora mas ainda dá tempo!

Feliz Páscoa a todos vocês! Muitos chocolates e muita diversão!

Uma pessoa curtiu.