Algumas verdades sobre a amamentação…

verdades amamentacao

Foto tirada daqui.

Amamentar é tudo de bom! Além do leite materno fornecer todos os nutrientes necessários à criança, ajudando na sua proteção e desenvolvimento, é um alimento que está sempre à disposição, na medida e temperatura certa! E o melhor de tudo: É grátis! Quer praticidade e economia maior do que essa?!

Mas o intuito deste post não é discorrer a respeito dos benefícios da amamentação, afinal todo mundo já está cansado de saber da importância do aleitamento materno!

O que eu gostaria de fazer é relatar um pouquinho da minha experiência com a Giulia e listar algumas verdades sobre a amamentação. Verdades estas que toda grávida deveria saber, pois o preparo físico e emocional, durante a gravidez, é muito importante para garantir e facilitar esse contato tão genuíno entre mães e filhos!

Bom, como algumas pessoas já sabem, tive muita dificuldade no início em amamentar a Giulia! A pequena era simplesmente preguiçosa demais (puxou a mãe! Rs). Em todo o período em que ficamos no hospital (quatro dias), não consegui amamentá-la. E não foi por falta de tentativa não! Lembro que praticamente TODAS as enfermeiras tentaram me ajudar nessa difícil tarefa, cada uma com uma técnica diferente…

Como a Giulia teve icterícia e precisou fazer banho de luz era fundamental que ela se alimentasse, afinal a fototerapia podia desidratá-la. Conclusão: Tivemos que dar fórmula infantil (leite Aptamil) no copinho. Nunca vou me esquecer do primeiro copinho que ela tomou! Ela se deliciou tanto com o leitinho e capotou logo em seguida. Tadinha!!!

Quando chegamos em casa, a dificuldade continuou. Não queria dar fórmulas à minha filha, mas me sentia cada dia mais esgotada e desanimada. A Giulinha tinha uma resistência muito grande em abrir a boca, não tinha a pega correta, não sugava, ou seja, ela não sabia mamar e não tinha a mínima ideia pra que servia o meu mamilo! Haha.

Nessa altura do campeonato muita gente já tinha dado pitaco, muitas lágrimas haviam caído dos meus olhos e muitos boatos falsos tinham surgido. Chegaram a me perguntar se era verdade que meu leite tinha empedrado e que eu estava com febre por causa disso! GENTE, isso nunca aconteceu! Pelo amor de Deus!

Bom, no segundo dia em casa meu marido, pulso firme que é, decidiu: “Vamos deixá-la com fome! Ela vai ter que mamar, seja por bem ou por mal”. E não é que funcionou? Não demos a fórmula e finalmente ela conseguiu mamar, aos trancos e barrancos, mas conseguiu! Mas não pensem que foi tudo lindo e maravilhoso! Era impossível fazer ela pegar diretamente no meu peito e tive que usar por um tempo um bico intermediário de silicone (compramos um da Amamente).

Lembro que um tempo depois a própria Giulia começou a rejeitar esse bico e lá fomos nós para um novo aprendizado: Amamentação sem o intermediário! Lembro que ela mamava super mal e eu sentia uma dor tão absurda que tinha vontade de chorar e sofria por antecipação, já pensando nas próximas mamadas. Mas aos pouquinhos a dor foi diminuindo e ela começou a ficar craque na arte de sugar!

Hoje em dia é muito tranquilo, não sinto qualquer tipo de dor ou dificuldade! A Giulinha tá cada dia mais forte (mais de 7kg com apenas 4 meses) e eu sinto muito orgulho de mim mesma por ter insistido e superado as minhas dificuldades!

Por isso eu digo: Não desistam tão fácil! No fim vale muito a pena! É um momento extremamente prazeroso e de muito amor e carinho entre você e seu filho!

Além disso, fico pensando como deve ser chato e difícil ter que preparar mamadeira, principalmente quando estamos fora de casa! Leite materno é tão prático! É só desabotoar a blusa e pronto! 😉

Bom, mas aí vão algumas verdades que precisam ser ditas:

  • Cada bebê é de um jeito! Existem aqueles que simplesmente abrem o bocão e já mamam bastante no primeiro dia de vida. Assim, sem nenhum esforço de sua parte. Mas existem aqueles que, assim como a Giulia, não querem mamar e não dominam muito bem essa arte, precisam ser ensinados com muita calma e perseverança. Portanto, esteja preparada para o pior! Hehe.
  • Muitas vezes vai doer e vai doer MUITO! Mas fecha os olhos, aperta o braço do maridão e vai com fé! Uma hora passa!
  • No início, principalmente, o leite vaza DEMAIS! Muitas vezes, enquanto você dá de mamar em um seio, o outro tá jorrando leite. Então, se prepare! Use conchas de amamentação ou absorventes de seio.
  • Se por algum motivo você não conseguir amamentar o bebê por um período, esgote o seio! Experiência própria: os seios incham e você não consegue sequer tocá-los de tanta dor.
  • Muitas vezes o bebê vai querer usar o seu bico como chupeta.
  • Nas madrugadas, frequentemente, você irá amamentar e dormir ao mesmo tempo. Por mais que você lute contra o sono, vai ser inevitável tirar uns cochilos de vez em quando.
  • No início, as mamadas são bem demoradas, podendo ter duração de até uma hora! Conclusão: Você terá pouquíssimo tempo para descansar entre uma mamada e outra.
  • É normal não menstruar durante a amamentação! Não se assuste! (Dessa vocês gostaram né?! Rs)
  • Também é normal seus cabelos caírem absurdamente! Aqui em casa tem fio de cabelo por toda a parte, esses dias encontrei um dentro da fralda da Giulia! Haha!
  • Se prepare pra sentir muita sede, muita mesmo! É só eu colocar a Giulia pra mamar que já berro: “Amor, pega água pra mim?”.
  • Por fim, uma notícia boa: é super comum emagrecer enquanto se amamenta. Pensa que é fácil produzir leite?

Bom, pessoal espero que eu tenha ajudado de alguma forma! Sou super a favor do aleitamento materno, realmente levanto essa bandeira! Mas queria mostrar que na prática não é tão fácil quanto parece…portanto, estejam preparados para qualquer contratempo que possa surgir. Mas, se eu consegui manter a amamentação exclusiva no seio, qualquer um consegue! haha

=D

4 pessoas curtiram.

Psicóloga. Apaixonada por cinema, viagens, gastronomia e decoração. Mamãe da Giulia.

Comentários

  1. Náy Diz::

    Post perfeito!Bem realista, mas, ao mesmo tempo,incentivador do aleitamento materno.
    Já estou preparando os meus seios para a amamentação: estou fazendo massagens e comecei a usar a concha.Também comprei o bico intermediário(espero que a Sofí não rejeite!rsrsrsrs)

    • Priscilla Diz::

      Tomara que vcs nem precisem do bico intermediário Náy!
      Tô torcendo aqui pra que sua pequena mame igual a um bezerrinho! hehe
      Tomara que vc não passe por nenhum perrengue! De qquer forma, é ótimo vc estar se preparando!
      Beijos

  2. Morgana Diz::

    Nossa… ainda bem que li esse post antes da Mikaela nascer!!!! fiquei preparada!

    Gente…. descobri que comercial sobre amamentação não acontece na vida real….
    A dor é grande mas, muito gratificante ver aquele serzinho alimentado e dormindo sossegada… sem chorar por causa da fome….

    é maravilhoso amamantar… ja estamos no 3 dia… ainda dói mas passa….

    bjuuuuu

Deixe seu comentário

*